FALTA DE MEDICAMENTOS DISTRIBUÍDOS PELO MINISTÉRIO DA SAÚDE AINDA NÃO AFETOU SIGNIFICATIVAMENTE A REGIÃO

08 | maio

Dos 134 medicamentos entregues pelo Ministério da Saúde aos estados em todo o Brasil, 25 estão em falta ou estão com estoque baixo em diversos estados.

 

A Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (SESA PR) Recebe do Ministério da saúde 112 medicamentos, adquiridos de forma centralizada. Mas, para este segundo trimestre de 2019, o Ministério não cumpriu com a entrega de vários desses medicamentos. Assim, para o mês de maio há risco de desabastecimento de 19 medicamentos.

 

Felizmente, União da Vitória e Porto União ainda não foram afetadas pelo desabastecimento. Em União da Vitória a farmaceutica responsável pela Farmácia Municipal de União da Vitória, Vanessa Bostelmann informou que até o momento não há falta de medicamentos na Farmácia Municipal.

 

Em algumas cidades do Paraná os medicamentos já começaram a faltar. A situação mais crítica se dá no caso de quatro medicamentos – Everolimo e Tacrolimo usados para o tratamento de imunossupressão nos transplantes, Imunoglobulina Humana usado para Síndrome de Guillain Barré e Entecavir  para Hepatite B.

 

Para estes, a SESA PR já iniciou processo de compra em caráter emergencial para suprir a demanda, uma vez que não há substituto terapêutico. o custo previsto para estas aquisições é de mais de 5 milhões. o diretor-geral da secretaria estadual da saúde, nestor werner junior, destacou que o  paraná se organizou para lidar com a situação emergencial. Apesar da medida, o estado espera que o Ministério da Saúde recomponha os estoques e volte a atender normalmente a demanda de produtos. Para acompanhar e ouvir as entrevista clique no link abaixo:

 

 

Comentários, dúvidas, sugestões? Entra em contato com a gente!