DE MÃOS DADAS, “GÊMEAS DO IGUAÇU” ACENTUAM COMBATE À DENGUE E DEFINEM AÇÕES COLETIVAS PARA JUNHO

27 | maio

O perigo está mais perto do que se imagina. Na semana passada, a Diretoria Estadual de Vigilância Epidemiológica (Dive) de Santa Catarina, afirmou que Itapema, no Litoral Norte, também está em condição de epidemia de dengue com 297 casos de dengue no município. A avaliação consta no boletim divulgado nesta quinta-feira (23) à tarde pelo Estado.

 

Santa Catarina tem, no momento, 710 casos de dengue confirmados. Do total, 56 são “importados”, com transmissão ocorrida fora do Estado. Na última semana, foram confirmados 131 novos casos.

 

No Paraná, ao todo, 35 municípios estão em epidemia de dengue, segundo o novo boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), divulgado nesta terça-feira (21). Outras 41 cidades estão em situação de alerta pela doença. Conforme o boletim, essas cidades registram, atualmente, 100 casos a cada 100 mil habitantes. Ainda conforme a Sesa, desde agosto do ano passado, 8.158 casos de dengue foram confirmados no Paraná. Os casos autóctones, contraídos na própria cidade de residência, são 7.869. E 21 municípios apresentaram autoctonia pela primeira vez. Matinhos, no litoral, está entre estas cidades com 14 casos.

 

Diante desse quadro preocupante, ontem à tarde (23) representantes das prefeituras de União da Vitória e Porto União, da câmara de vereadores, do Exército e de outras entidades se reuniram no gabinete do prefeito Santin Roveda para traçar estratégias quer visam aprimorar o combate ao mosquito transmissor. E não tem outra forma: TODAS passam pela imprescindível participação popular. “É importante as pessoas continuarem a limpar seus terrenos pelo menos uma vez por semana. Que não esqueçam de conferir se a caixa d’água está fechada. Todos os lugares que podem acumular água devem ser inspecionados. Só controlando o mosquito Aedes aegypti é que conseguimos evitar a transmissão de dengue. Além das iniciativas particulares, espera-se maior resultado das também ações coletivas organizadas. Tanto é que o mutirão “Limpa Bairro” que estava programado para o dia 31 de maio e 1 de junho, no Bairro Ponte Nova, em União da Vitória, foi transferido para os dias 14 e 15 de junho, pois nestes dois dias, com apoio inclusive do Exército Brasileiro (5º BEC Bld), um grande mutirão de limpeza e conscientização será promovido simultaneamente pelos dois municípios das “Gêmeas do Iguaçu”.

 

No encontro também foi ressaltada a importância de colocar em prática as penalidades previstas no Código de Postura de cada município para notificações em casos de terrenos mal preservados.

 

 

Comentários, dúvidas, sugestões? Entra em contato com a gente!