COMO EXPLICAR AOS IDOSOS QUE ELES PRECISAM FICAR EM CASA DURANTE A PANDEMIA?

24 | mar

 

A situação do Covid-19 é extremamente séria e necessita da conscientização de todos para ser contida. Além disso, o problema coloca em risco principalmente idosos, pois a taxa de mortalidade chega a 14% entre indivíduos da terceira idade. Mas parece que algumas pessoas continuam alheias a essa realidade. Na manhã desta terça-feira (24), por exemplo, várias pessoas acima de 60 anos continuaram realizando compras tranquilamente no mercado, passeando pelas ruas, indo à farmácia ou simplesmente saindo de casa. Portanto, de acordo com o gerontólogo Guilherme Falcão, já passou da hora de os familiares ficarem atentos ao comportamento de seus pais e avós, conversarem com eles a respeito da pandemia e agirem com carinho para protegê-los. Claro que alguns idosos podem resistir, afirmando que estão se sentido bem e desejam manter sua rotina normal, sem isolamento. No entanto, a família deve explicar que, mesmo com todos os cuidados que eles já têm e com uma saúde melhor que a de muitos jovens, ainda estão em perigo. “A recomendação é da Organização Mundial da Saúde (OMS) porque, se ele sair, vai encontrar pessoas que não têm a mesma imunidade dele e que poderão infectá-lo”. Dessa forma, por mais que saibam se cuidar, ninguém quer correr o risco de perdê-los, então a família precisa que eles fiquem em casa por precaução. “E é o amor que vocês têm por seus pais e avós que deve motivar essa insistência”, pontua o especialista, que também solicita a compreensão dos idosos neste momento. “Seus filhos e netos estão pedindo isso porque querem que você tenha muitos anos de vida ainda, então aceitem por amor a eles”.
Fonte: Sempre Família / Gazeta do Povo

Comentários, dúvidas, sugestões? Entra em contato com a gente!